Histórico do periódico

No ano em que o IFIBE completou seu décimo aniversário (1991), organizou-se um projeto de estudo e pesquisa em torno da temática dos 500 anos da América (Projeto América Latina – 500 anos?) (Filosofazer, 1992, n. 1 e 1993, n. 2,). Através deste projeto foram promovidos vários debates (seminários) que discutiram a temática da Filosofia Latino Americana e foi prevista a criação de um órgão permanente de divulgação da produção intelectual dos alunos e professores do IFIBE e de seus colaboradores.

O editorial do primeiro número sintetiza a razão do surgimento dessa revista:
“Várias foram as tentativas no sentido de instituir um espaço de discussão e divulgação das ideias filosóficas estudadas e aprofundadas no Instituto. Agora, através do projeto “Américas Latina – 500 anos?”, chega-se a tornar realidade algo neste sentido. Sem nenhuma pretensão, a Revista Filosofazer quer trazer a contribuição dos estudantes e professores do IFIBE à grande e cada vez mais ampla roda da filosofia.” (Filosofazer, 1992, n. 1).
Neste mesmo editorial é apresentado o sentido teórico da iniciativa, bem como o significado de seu título:
“Pensar filosoficamente é pensar o real para compreendê-lo de forma global. Isto confere à filosofia uma tarefa fundamental no conjunto de pensamento humano, a de ser crítica: crítica do real, crítica dela própria, crítica das outras ciências. Neste sentido, o filósofo é sempre militante no mundo, no pensamento, na filosofia. Como Militante crítico, contribui para a transformação do mundo, das ciências, da filosofia, quem sabe dessa forma possamos filoso-fazer.” (Filosofazer, 1992, n. 1).

O sentido da revista está exatamente em ser o espaço de exercício da crítica filosófica em sentido amplo. Talvez uma compreensão pretensiosa da filosofia e de sua tarefa histórica. O significado de seu nome – Filosofazer -  está embutido neste universo de compreensão da filosofia e de sua tarefa. É composto por um substantivo (Filoso = Filosofia) e por um verbo (fazer); em outras palavras, seu nome expressa a razão de sua existência: ser um espaço de exercício (fazer) da filosofia (Filoso). O expediente do primeiro número nos ajuda a ilustrar: “pretende ser espaço de discussão de temas ligados á filosofia, mormente à filosofia latino-americana.” (Filosofazer, 1992, n. 1). No terceiro número, o expediente acrescenta aos “temas”, “ciências afins da filosofia.” (Filosofazer, 1993, n. 3).  Mesmo tendo variado em sua redação, esta perspectiva é renovada nos números posteriores. (Filosofazer, 1994, n. 4 e 5).
A preocupação centrada em temáticas da Filosofia Latino Americana segue a tradição do próprio IFIBE que, desde seu surgimento, tem dado atenção especial à esta reflexão.
A periodicidade da Revista foi inicialmente anual (1992 n. 1) tendo, já em seu segundo ano, passado a ser semestral (1993, n. 2 e seguintes).

No ano de 2015, no seu quadragésimo sétimo número, a publicação em suporte impresso foi encerrada, seguindo com a publicação semestral em suporte eletrônico com acesso aberto e gratuito utilizando o Sistema Eletrônico de Editoração de Periódicos (SEER).